Dificuldades no Mercado de Trabalho para Pessoas Intersexo: Uma Jornada de Resiliência

Trajetória de Sammie: Navegando Desafios como Pessoa Intersexo no Mercado de Trabalho

Uma entrevista com Sammie  ativista Abrai e pessoa transnãobinário e intersexo.

Por Lucas Bafoni Jornalista MTB 00094698/SP

Introdução

Vim aqui para compartilhar um pouco da minha trajetória e falar sobre as dificuldades que enfrento como pessoa intersexo no mercado de trabalho. Me chamo Sammie e sou uma pessoa transnãobinária e intersexo.

A Jornada na ABRAI

Em 2019, conheci Abrai durante os estágios iniciais do projeto de fundação. Desde então, sou um ativista presente, com quatro anos de participação. Ser parte da ONG me proporcionou um senso de pertencimento e aprendizado. Sinto-me acolhido desde o início.

Além de ser bissexual e pessoa neurodivergente, minha identidade como pessoa transnãobinária trouxe desafios únicos. Encontrei na Abrai um espaço de apoio para entender minhas características e identidade. Porém, as dificuldades persistem, especialmente no mercado de trabalho.

Inclusão no Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho apresenta obstáculos significativos para pessoas intersexo como eu. A falta de vagas afirmativas para a comunidade LGBTQIA+ torna a busca por emprego ainda mais difícil. No momento, estou desempregado e à procura de uma vaga no setor administrativo, mas as oportunidades são escassas.

Em 2023, começamos a ver a implementação de políticas públicas para pessoas intersexo e LGBTQIA+. No entanto, ainda há muito a ser feito. A inclusão dessas pessoas no mercado de trabalho é crucial, exigindo uma visão crítica e análise profunda das barreiras que enfrentam.

Desafios na Educação

A falta de formação acadêmica é um grande impedimento para muitas pessoas intersexo e LGBTQIA+ em vulnerabilidade social. A sociedade muitas vezes força a adesão a normas tradicionais, dificultando o acesso à educação e oportunidades de emprego.

As empresas devem estar prontas para receber pessoas intersexo e LGBTQIA+, oferecendo suporte e ambiente inclusivo. Não basta abrir vagas afirmativas; é essencial um suporte estruturado. Isso inclui capacitações, políticas de direitos humanos e assistência de qualidade, como planos de saúde e oportunidades de estudo.

Evitar Sobrecarga e Garantir Direitos

É vital evitar sobrecarregar os funcionários com demandas extras. Empresas devem reconhecer o valor desses funcionários, oferecendo suporte adequado, incluindo incentivos para estudos e flexibilidade. A inclusão verdadeira surge quando os valores são vivenciados internamente antes de serem refletidos externamente.

Conclusão

A jornada de Sammie como pessoa intersexo e transnãobinária no mercado de trabalho é repleta de desafios. As empresas precisam adotar abordagens inclusivas e proporcionar suporte real para garantir a igualdade de oportunidades. A mudança está em andamento, mas ainda há muito a ser feito para que pessoas intersexo possam encontrar um lugar justo e digno no mundo profissional, enquanto isso, nós da Abrai estaremos aqui discutindo pautas para uma sociedade mais inclusiva para todes.

Apoie a ABRAI

Para manter os seus canais de informação, oferecer cursos e palestras ou ajudar diretamente pessoas Intersexo em situação de fragilidade física e psicológica, a ABRAI precisa de fundos. Veja como ajudar.